sábado, outubro 27, 2007

PERCUSSÃO PRA VIDA

Lewis Hamilton
Toca garoto, corre garoto. A visita do vice-campeão mundial de formula 1 Lewis Hamilton foi uma das surpresas da aquele dia.(Foto Paulo Fehlauer)

A visita do vice-campeão mundial de formula 1 Lewis Hamilton foi uma das surpresas que tivemos no dia da primeira visita dos apoiadores do mais novo projeto da Rede Cultural Beija-Flor o “Asas do Beija-Flor”, projeto que visa a capacitação de 25 jovens por um período de um ano em varias áreas como filosofia, noções de inglês, informática e oficinas pontuais de saúde e sexualidade.

Minha Vida é Tocar.




A percussão pode ser um modo de vida, de educação para as crianças, e uma forma de extravasar, suas emoções que são aprisionadas, nos pequenos espaços de suas casas, onde quase sempre não há espaço para a pratica da arte, ou espaço para se expressar de qualquer maneira.(Foto Tatiana Cardeal)

Os apoiadores do projeto Asas são jovens, como os jovens que estão sendo beneficiado com esta iniciativa, conhecer uma realidade com a das comunidades do Brasil tenho certeza que é uma grande experiência para estes jovens que podem ir a qualquer lugar do mundo.Os 25 jovens forma divididos em 5 sub-grupo de Nutrição, Comunicação Social, Saúde SAF(síndrome alcoólica fetal), Meio Ambiente e Geração de Renda,estes sub-projetos irão ser implementados no Sitio Joaninha região de Diadema.

Lewis Hamilton
Deixo aqui expressado meu sentimento, sobre a minha responsabilidade de oferecer a estas crianças a oportunidade de se expressar e de ter contato com a arte.A arte que me foi oferecida em uma bandeja de prata coberta de diamantes o bem mais precioso que eu posso oferecer a alguém.(Foto Paulo Fehlauer)

Lewis Hamilton
Jovem Sara se contagia com a força e a energia da musicalidade brasileira em demonstração do que os ensaios da atividade de percussão no Espaço Cultural Beija-Flor.(Foto Paulo Fehlauer)

O Sítio é uma das áreas mais problemáticas que já conheci em SP. Os barracos se empilham em uma área antes ocupada por um imenso lixão, hoje desativado. Muitas das famílias se instalaram ali há décadas justamente por causa da renda que tiravam do lixo. Não há saneamento básico e, na área mais crítica, sequer água potável. A água é trazida a cada 15 dias por um caminhão-pipa. A eletricidade, que mantém as TVs sintonizadas nas novelas e programas populares, vem de uma teia de fios ligados a um único poste. O esgoto corre ao ar livre até encontrar os córregos que desaguam na Represa Billings, que abastece a cidade de São Paulo.


Música e poesia música, música, música,música.(Foto Tatiana Cardeal).

Não vou às rimas como esses poetas
que salivam por qualquer osso.
Rimar Ipanema com morena
é moleza,
quero ver combinar prosaicamente
flor do campo com Vigário Geral,
ternura com Carandiru,
ou menina carinhosa / trem pra Japeri.
Não sou desses poetas
que se arribam, se arrumam em coquetéis
e se esquecem do seu povo lá fora.

Éle Semog

2 Comentários:

Blogger rair said...

ae dijalma tem como po minhas foto mano é o rair falo veio
salv a percusão q é loka!!!!!!!!!!!

3:38 PM  
Anonymous Anônimo said...

salv djalma fmz brother
iae só di boa
ohh precisa atualiza esse blog ae mano rsrs fmz falo
Salv a percussão tamo junto !!!

12:22 PM  

Postar um comentário

<< Home


"THE RICH MUST LIVE MORE SIMPLY SO THAT THE POOR MAY SIMPLY LIVE." - Mahatma Gandhi